quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

ACUSADO DE FALSIFICAR DOCUMENTOS DE JOGADORES

A Polícia Federal prendeu em flagrante um homem acusado de falsificar documentos para adulterar a idade de jovens jogadores de futebol. De acordo com a PF, o homem confessou que atuava na preparação de jogadores nas divisões de base de times de Salvador e cobrava R$ 1 mil para emitir a documentação ilegal.

Em posse do RG ou do passaporte com a idade adulterada, os jovens, então, atuavam nas divisões de base de clubes da série A e B do Brasil. A prisão ocorreu, inclusive, quando o homem tentava obter um passaporte ilegal para um jovem de 19 anos, que viajaria para se apresentar a um time da primeira divisão de Portugal. O rapaz confessou já ter passado por divisões de base de Botafogo, Ceará e Fortaleza.

Os investigados responderão pelo crime de uso de documento público ideologicamente falso, com pena máxima de cinco anos de prisão. Este foi o segundo caso de prisão em flagrante em decorrência do uso de documentação falsa para emissão de passaporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário